sobre nóscontatolíngua | ENGLISH Portuguese
sobre nóscontato língua • ENGLISH Portuguese

Roteiro de Jeju, Coréia do Sul

30 Janeiro 2017 Viagens

Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju

Jeju é uma ilha localizada ao sul da Coréia do Sul e é o destino preferido dos coreanos para as férias e lua de mel. Jeju é o destino ideal para quem procura um lugar pra relaxar, curtir praia, fazer trilhas e visitar cachoeiras. A ilha é linda de viver e tem opções pra todos os gostos. Ficamos apenas 2 noites em Jeju, mas conseguimos dar a volta na ilha toda visitando as principais atrações turísticas. Como amamos muito essa viagem preparamos um roteiro de Jeju bem completo pra vocês.

Algumas dicas importantes pra quem visitar Jeju:

1. Alugar um carro em Jeju faz toda a diferença, pois a ilha é grande e as atrações ficam espalhadas em diferentes partes. Além disso, o transporte público não é super eficiente e você acaba levando muito tempo para ir de um destino ao outro. Aliás, antes de dirigir em Jeju verifique se sua carteira de motorista é válida na Coréia e se é necessário algum documento adicional.

2. Uma das maiores preocupações quando se aluga um carro em Jeju é a lingua. Os GPS são em coreano e mesmo se você solicitar uma versão em inglês é quase impossível achar um endereço digitando o nome da rua em inglês. Mesmo assim é possível sim dirigir em Jeju sem falar uma palavra em coreano. As estradas são ótimas e para achar a direção para uma atração turística basta digitar o número do telefone do destino que você quer visitar (disponível em guias, mapas e google). Aliás, é bem complicado usar google maps por lá, pois ele não mostra a localização exata dos destinos, por isso é imprescindível ter um GPS. Por fim, encontrei este artigo ótimo com dicas bem detalhadas pra quem quer alugar um carro por lá.

3. Vale muito a pena comprar um chip de celular para usar durante a viagem. Você pode pedir para entregar o chip no hotel ou pegar em um balcão da empresa no aeroporto (nós pegamos o nosso no aeroporto de Seul). Nós usamos o da empresa Neo Kosim e o plano de dados era ilimitado.

1. O’sulloc Museum

Museu dedicado ao chá verde com artefatos e produtos de beleza com chá. O local onde o museu está localizado tem um jardim lindo – inclusive com uma área dedicada à plantação de chá verde – mas o maior atrativo do local é a cafeteria. O O’sulloc é famoso pelo rocambole e também o sorvete de chá verde, ambos muito gostosos. Não vale a pena ir até lá se não estiver no seu caminho, mas se estiver por perto não custa parar e dar uma voltinha por lá (e provar os doces feitos com chá verde).

Aberto todos os dias das 9h às 18h – 15 Sinhwayeoksa-ro Andeok-myeon, Seogwipo city, Jeju-do, +82-64-794-5312~3

Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - O’sulloc Museum Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - O’sulloc Museum

2. Cheonjiyeon Falls

Existem várias lendas associadas a esta cachoeira, sendo que em uma delas 7 fadas que serviam os deuses desceram até ela para se banhar em suas águas. As cachoeiras estão em trechos diferentes e são relativamente distantes umas das outras. Nós visitamos duas delas e ficamos apaixonados pelo visual.

Aberto todos os dias do amanhecer às 22h (última entrada as 21h10) – Namseongjung-ro, Cheonji-dong, Seogwipo-si, Jeju-do,+82-64-760-6304

Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Cheonjiyeon Falls Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Cheonjiyeon Falls Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Cheonjiyeon FallsPassagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Cheonjiyeon Falls

3. Seogwipo Olle Market

Em toda viagem que faço amo visitar os mercados locais, pois acredito que essa é uma ótima forma de aprender sobre a cultura e hábitos do país. Por isso, aproveitamos pra passear pelo Seogwipo Olle Market em Jeju. O mercado possui barraquinhas que vendem uma variedade de coisas, como roupas, utensílios pra cozinha, peixes, chocolates entre outros. Ficamos decepcionados um pouco com o mercado e não gostamos tanto das comidas que experimentamos por lá. Por isso, não acho que seja um lugar que vale tanto a pena visitar.

Aberto todos os dias das 7h às 21h, Jungjeong-ro73beon-gil, Seogwipo-si, Jeju-do, +82-64-762-2925

Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Seogwipo Olle Market Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Seogwipo Olle Market Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Seogwipo Olle Market Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Seogwipo Olle Market

4. Bijarim Forest

Bijarim Forest é uma das maiores florestas de noz-moscada do mundo com cerca de 2800 árvores com 300 a 800 anos cada. Foi um dos lugares mais encantadores que visitamos em Jeju (mesmo sem ter visto nenhum fruto da moscadeira no passeio). É uma sensação de paz imensa poder andar nessa floresta com exemplares de árvores tão antigas.

Aberto todos os dias das 9h às 18h (última entrada as 17h) – 55, Bijasup-gil, Gujwa-eup, Jeju-si, Jeju-do, +82-64-710-7912

Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Bijarim Forest Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Bijarim Forest Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Bijarim Forest

5. Seopjikoji Scenic Walk

Localizado na encosta leste de Jeju, esta trilha é bem tranquila e tem uma vista linda em um dia ensolarado. O local foi palco de alguns filmes coreanos e por isso é popular entre os turistas. Achei muito legal ver umas senhoras que vendem ostras e polvo no local.

Aberto todos os dias – 107, Seopjikoji-ro, Seogwipo-si, Jeju-do, +82-64-782-0080

2016-10-25-Jeju00137 2016-10-25-Jeju001402016-10-25-Jeju00143 2016-10-25-Jeju00146

3. Manjanggul Caves

As cavernas de Manjanggul são patrimônio da humanidade pela Unesco e foram formadas pela passagem de lava que criou túneis de 13,422m de extensão (sendo que destes apenas 1 km está aberto ao público). O ambiente das cavernas é úmido, com temperatura média de 21C e o chão é bastante irregular.  Mas como a caverna é relativamente bem iluminada é tranquilo pra andar por ela. Nós não andamos toda a extensão da Manjanggul Caves, mas a média de tempo para ir e voltar é cerca de 45 minutos.

Aberto todos os dias das 9h às 18h (última entrada às 17h) – 182, Manjanggul-gil, Jeju-si, Jeju-do, +82-64-710-7903

Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Manjanggul Caves 2016-10-25-Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Manjanggul Caves Passagem Gastronômica - Roteiro de Jeju - Manjanggul Caves

Outros passeios:

Como contei no primeiro do post sobre esta viagem ela foi um pouco atípica, pois estava com o tornozelo machucado e usando muletas. Por isso, o roteiro ficou limitado a passeios que não envolvessem longas caminhadas. Em Jeju a maioria dos passeios mais interessantes envolvem trilhas e caminhadas, então achei legal passar aqui algumas atrações que valem muito a pena fazer por lá mas que infelizmente não conhecemos.

– Jeju Museums: É impressionante a quantidade de museus em Jeju e a variedade dos assuntos em exposição (alguns muito estranhos): tem museu de urso de pelúcia, do chocolate, do automóvel, do sexo, da Hello Kitty, entre outros. Existe opções para todos os gostos, gênero e idade, mas com a beleza natural de Jeju os museus não acabam sendo opções tão atrativas.

1. Parte Oeste de Jeju

Ao chegar no aeroporto vale a pena dirigir pela encosta até chegar na região Jungmun. Tem praias lindas, cafés gostosos e é possível visitar algumas atrações no caminho:

Hallim Park: Uma espécie de parque temático com parque natural, cheio de jardins para ser visitado. É bem popular com os turistas (+82-64-796-0001~4).

– Songak-san: Trilhas pela encosta com uma vista linda (+82-64-760-2912).

2. Parte Sul e Sudoeste de Jeju

Jusangjeollidae Cliff: Encosta formada por pedras vulcânicas em estilo muito diferente (+82 64-738-1521).

– Jeongbang Waterfall: Uma das cachoeiras mais populares em Jeju e a única da ilha que cai diretamente no mar (+82 64-760-6341).

3. Parte Central

Hallasan National Park: Este foi um dos passeios que fiquei mais triste de não conseguir ir. São várias trilhas de diferentes dificuldades nesta montanha vulcânica que é um dos pontos mais simbólicos da ilha (+82 64-713-9950).

4. Parte Leste

Seongsan Ilchulbong: Uma das trilhas mais famosas na parte leste da ilha (+82-64-710-7923).

– Udo Island: Uma ilha encostada em Jeju onde é possível chegar por balsa. Parece ser fofa pra fazer passeio de meio dia.

Hotéis

Como a ilha é grande e o legal é explorar os quatro cantos de Jeju, vale a pena ir mudando de hotel a cada dia para não perder tempo com a viagem de ida e volta (assim você faz todo o redor da ilha mais tranquilamente). Recomendo se hospedar um dia na região de Jungmun onde ficam os melhores resorts da ilha. Nós nos hospedamos no Shilla Jeju e gostamos bastante. Na nossa segunda noite nossa recomendação é ficar na parte sudeste da ilha. Nosso hotel não foi muito legal, mas jantamos no Haevichi Hotel & Resort e achamos lindo! Vale a pena se hospedar lá.

Restaurante

A comida em Jeju foi gostosa mas em geral sem grandes refeições memoráveis, à exceção de um restaurante que foi a melhor comida francesa que experimentamos nos últimos meses. O restaurante Milieu (que significa “o meio”) funciona no Haevichi Hotel & Resort e serve um menu francês com ingredientes provenientes de Jeju. O chefe Yoon Hwa-young trabalhou 12 anos na França e retornou a Jeju para abrir este restaurante. A comida era impecável, criativa e deliciosa, além do serviço ser amigável e o ambiente maravilhoso. Esse restaurante é parada obrigatória pra quem visita Jeju.

Deixar um Comentário